Home Mídia Notícias Amostras de água mineral são coletadas por comissão de segurança da Alerj
Amostras de água mineral são coletadas por comissão de segurança da Alerj PDF Imprimir E-mail
Qua, 21 de Junho de 2017 19:35

Presidida pela deputada Lucinha, a Comissão de Segurança Alimentar da Alerj realizou vistoria em indústrias de água mineral no Estado do Rio de Janeiro.

Por O Globo: Vistoria foi motivada após reclamações de consumidores sobre qualidade do produto.

deputada-lucinha-vistoria-agua-psdbrj

RIO — Após receber reclamações de consumidores sobre a qualidade da água produzida em fontes fluminenses, a Comissão de Segurança Alimentar da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) realizou uma vistoria, nessa segunda-feira, a empresa Ouro da Serra, em Xerém. Durante a inspeção, técnicos da Vigilância Sanitária e do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) coletaram amostras que serão analisadas para atestar a qualidade da água produzida. No início de junho, reportagem publicada pela Defesa do Consumidor do Globo denunciava que nem toda água engarrafada é mineral e para a maioria dos consumidores este detalhe não está clado.

Presidente da comissão, a deputada Lucina (PSDB) informou que representantes da Ouro da Serra têm até esta terça-feira para ir à sede da Vigilância Estadual, no centro do Rio, para justificar as irregularidades e apresentar uma planejamento para saná-las.

“A população tem nos cobrado essa fiscalização, porque muitas pessoas sentem desconforto após o consumo. Estamos realizando esse trabalho de vistoria para garantir segurança e qualidade no consumo desse alimento essencial”, disse Lucinha.

Dentre os problemas encontrados pela VSE, estão a falta de segurança das fontes — algumas têm cercas do entorno quebradas, o que facilita a entrada de bichos —, a falta de informação sobre os procedimentos de higienização do processo de industrialização da água, azulejos e pisos sujos no interior do galpão de envase dos galões e fios de eletricidade mal encapados localizados no chão úmido do galpão, dentre outros.

Os responsáveis pela empresa Ouro da Serra afirmaram que a fonte e as outras instalações são analisadas três vezes por semana. Entretanto, irregularidades como a falta de proteção contra entrada de pragas e a fiação exposta foram apontadas pelo representante da vigilância sanitária do Estado do Rio, Werner Moura.

“A empresa foi intimada a nos dar as respostas para essas irregularidades e, depois disso, iremos preparar um relatório que pode até indicar o fechamento dela”, informou Werner Moura, fiscal da Vigilância Sanitária Estadual.

O gerente da empresa, José Luís Veloso, afirmou que fará as modificações e tomará os cuidados apontados na vistoria.

Também presente na vistoria, o chefe de Fiscalização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DPNM), Willians Carvalho, disse que há 109 fontes de água mineral registradas no Estado do Rio. O órgão é o responsável por autorizar o funcionamento das empresas. Segundo o especialista, no entanto, a recomendação é de que as vistorias sejam anuais, mas por causa da alta demanda e do quadro reduzido de funcionários, as inspeções não são periódicas. Ele conta, por exemplo, que empresas chegam a esperar por oito anos pela aprovação de um pedido de exploração de poço. Williams revelou que, por ser o único fiscal para esse tipo de atividade em território fluminense, fez a última visita na Ouro da Serra há oito anos.

“A fonte me parece boa e o envase é razoável. O que notei de errado foi a quantidade de galão inutilizado estocado na fábrica. Isso é ruim e pode atrair vetores de doença”, declarou.

De acordo com Willians, por ano, cerca de três ou quatro empresas são proibidas de funcionar, mas o número não é suficiente. “Toda a mineração do estado é minha responsabilidade. A única coisa que conseguimos é apagar incêndios, atendendo demandas e denúncias, para não deixar os consumidores desassistidos. Com isso, a fiscalização está longe de ser satisfatória”, afirmou.

 

Além da fonte

Para o deputado Nilvaldo Mulim (PR), a vistoria é uma importante oportunidade de alerta para que as empresas possam fazer os reparos necessários e melhorar a qualidade do produto. Além disso, o parlamentar destacou a importância de visitar as fábricas que produzem as embalagens de plástico.

“Aqui encontramos pequenas questões que podem ser resolvidas com facilidade. Isso mostra que estamos preocupados com a fonte e o engarrafamento, mas também precisamos nos atentar para o perigo das embalagens clandestinas e por isso, visitaremos esses locais”, afirmou.

Na visita feita à empresa Ouro da Serra, a deputada Lucinha comentou que a Comissão de Segurança Alimentar tem recebido muitas queixas da população sobre a qualidade da água consumida no estado.

“Temos que fazer com que os consumidores entendam que a água mineral é um alimento, mas que nem tudo é água mineral. Existe também a água adicionada de sais, um produto totalmente diferente e que tem elementos químicos”, disse a parlamentar.

Lucinha acrescentou que a comissão seguirá fazendo vistorias nas empresas e pediu à população que registre denúncias decorrentes do consumo de água mineral ligando para o Disque Segurança Alimentar: 0800 282 0376. O deputado Nivaldo Mulim (PR) também participou da vistoria.

 

Leia aqui a matéria no Jornal O Globo

 

Amostras de água mineral são coletadas por comissão de segurança da Alerj
 

Comments  

 
# Lidia 2017-07-08 18:05
Hi guys! Who wants to meet me? I have profile at HotBabesCams.com, we can chat, you
can watch me live for free, my nickname is Anemonalove: https://3.bp.blogspot.com/-u5pGYuGNsSo/WVixiO8RBUI/AAAAAAAAAFA/JWa2LHHFI2AkHParQa3fwwHhVijolmq8QCLcBGAs/s1600/hottest%2Bwebcam%2Bgirl%2B-%2BAnemonalove.jpg ,
here is my pic:

https://3.bp.blogspot.com/-u5pGYuGNsSo/WVixiO8RBUI/AAAAAAAAAFA/JWa2LHHFI2AkHParQa3fwwHhVijolmq8QCLcBGAs/s1600/hottest%2Bwebcam%2Bgirl%2B-%2BAnemonalove.jpg
Reply | Reply with quote | Quote
 

Add comment


Security code
Refresh

FacebookTwitterYouTubeFlickrRSS
div-icones-home-right
cadeado-intranet01SAP
- Sistema de Administração Partidária. Acesso restrito aos representantes dos Dir. Municipais
div-icones-home-right
icon-email-right01Contato - Tire dúvidas, solicite informação, entre em contato com a gente
div-icones-home-right

div-icones-home-right
BANNER-ELEITOS-02-2016-RJ
div-icones-home-right